O marketplace

O desenvolvimento de plataformas como os marketplaces é uma tendência que veio para ficar, registando-se uma procura cada vez maior em todo o mundo, com benefícios não só para quem vende (maior visibilidade, baixos custos de comunicação e divulgação) mas também para quem compra (acesso facilitado a toda a oferta). As soluções tecnológicas de desmaterialização entre clientes e fornecedores permitem, nos dias de hoje, facilitar os processos de transação comercial, devendo as PME estar cada vez mais preparadas para a integração dos seus processos na economia digital, reduzindo o tempo das operações e aumentando os seus níveis de produtividade.

Marketplace Valor Metal é uma plataforma de suporte a transações comerciais entre as PME do setor da Metalurgia e Eletromecânica (e de outros setores relacionados), que visa promover a valorização dos resíduos/subprodutos e o aproveitamento da capacidade instalada das empresas, com benefícios económicos e ambientais para todos os intervenientes. Esta plataforma B2B permite a publicação da disponibilidade de resíduos e/ou subprodutos (para que estes possam ser redirecionados para o mercado) assim como a partilha de inúmeros serviços, através de transações comerciais entre empresas do mesmo setor e/ou empresas fornecedoras, serviços de recuperação e aproveitamento de resíduos, ou outras empresas dos mais variados setores que manifestem interesse comercial pelos mesmos.

As transações que possam ocorrer entre empresas participantes devem obedecer a todos os requisitos legais, pelo que a ANEME não assume responsabilidade pela verificação e cumprimento dos requisitos legais das empresas participantes. Contudo, assumindo a missão de apoiar os seus associados e as empresas participantes em garantir o compliance em matéria de transação de resíduos, disponibiliza um conjunto de FAQ.

A construção desta plataforma insere-se no projeto “Valor Metal – Circularidade, ecoeficiência, digitalização e informação na metalurgia e eletromecânica”, promovido pela ANEME – Associação Nacional das Empresas Metalúrgicas e Eletromecânicas, e inscreve-se na estratégia de qualificação das empresas do setor para a transição para a economia circular e digitalização industrial e inovação, na convicção do contributo que estes modelos de desenvolvimento económico aportam à competitividade do setor.